sexta-feira, agosto 30, 2013

Um poema de Ingrid Ellen



Jovem Guerreiro

Eis um grande filisteu
Ousado a desafiar o povo de Israel
Todos temeram,
mas ninguém imaginava
Que quem iria derrotá-lo
seria um simples mancebo.

Davi, filho de Jessé
O menor entre seus irmãos
Pastor de ovelhas

Em meio a tantas afrontas
Ele dispõe-se a lutar
Rei Saul diz que não
Pois ele ainda era moço

Davi diz que matou
um urso
e um leão
E assim como o livrou,
Deus o livraria de novo.

Renunciou a todas as armas
Seu escudo eram cinco pedras
Mesmo assim tinha fé
Que aquele gigante cairia por terra.

Golias zombava de Davi
E Davi lhe dizia:
"Tu vens a mim com espada,
Mas eu vou a ti em nome
do Senhor dos Exércitos!"

Com apenas uma pedra numa funda
O gigante derrotou
Aleluias! A vitória é do povo de Deus!

Querido jovem,
Aprenda com essa lição
Deus não te chamou
Apenas como mais um na multidão

Possam muitos não acreditar em você
Mas Deus te chamou, te escolheu,
Levante com a certeza
Que você já venceu!

Deus entregará nas tuas mãos
O gigante que te afronta
Deus tem o melhor para você
Sua bênção já está pronta!

Do livro Poetas Inocentes Vol. VII - Editora All Print, 2013

Visite a página da autora: http://www.ingridellen.com/


domingo, agosto 25, 2013

Três poemas de Felipe Barros


Sobre o que é preciso

Refletir sobre tudo o que sou
me faz saber que és tudo em mim.
Em teu amor é por onde vou,
ser feliz por completo é viver assim.

Olhando pra ti esquecendo a vaidade,
vindo de tua alegria o meu sorrir.
Seguindo a verdade com sinceridade,
ouvindo tua voz me dizendo aonde ir.

Acreditar sem ver, ver e agradecer.
Descansar em teu cuidado.
Tua suficiente Graça a me aquecer,
seguro sigo permanecendo ao teu lado.



Reações


Bate, acelera e dorme.
Pulsa, trepida e sente.
Quando se está contente
Pula, grita ,corre.

Ama, dói ,se assusta.
Chora, briga e passa.
Quando alguém o abraça,
Nada mais o frustra.

Sofre, vive e assim
Cada dia se renova.
Como uma canção nova
É o coração até ao fim.



Um Lugar

Quero um lugar distante
para estar só e pensar.
Sobre a vida e todas as coisas,
sem ter que me preocupar.

Quero um lugar que seja meu,

só meu e de mais ninguém.
Onde eu sinta saudade e tristeza
E felicidade também.

Quero um lugar onde eu possa chorar
sem que ninguém me veja,
e que em minha solidão eu possa encontrar
as respostas que o meu coração deseja.

Mas sei que mesmo desejando estar,
nunca estarei sozinho,
Pois Deus há de me acompanhar
por todo e qualquer caminho.

Que eu esteja então só
E Deus como companhia.
Somente ELe me ouvirá
E verá meu choro,minha tristeza e minha alegria.

E as respostas que eu encontrar
virão então dessa aparente solidão,
pois Deus nesse lugar comigo estará.
E me dirá o que fazer e o que não.


Visite o blog do autor: http://musicasemcancao.blogspot.com.br

quarta-feira, agosto 21, 2013

Palavras Profundas, livro de Edson Manoel de Lima


Quem são os salmistas dos dias de hoje? De que lugar, ou mais especificamente, de que ofertantes mãos, adoradores corações nascem em nossos dias os versos para glorificar Aquele que preside desde a eternidade? Temos um primoroso exemplo neste Palavras Profundas. Em seu livro de estréia, Edson Manoel se nos dá a conhecer como salmista, e cumpre com louvor este tão nobre ofício. Estão aqui salmos de adoração, exaltação e louvor, poemas de  e sobre o amor verdadeiro, dito ágape, poemas que comunicam ao ser humano as maravilhas Daquele de quem provém a salvação. Como se não satisfeito, na segunda parte do livro o autor nos presenteia com poemas satíricos, que esclarecem o homem sobre o perigo e a vacuidade de sua jornada, ao abraçar o pecado e ignorar a mão estendida de Cristo.
É pois com alegria que saúdo, em nome da poesia sacra de tão rica tradição em nossa língua portuguesa, o advento deste vivificante Palavras Profundas.
Sammis Reachers

Para os que desejarem adquirir o livro, podem entrar em contato diretamente com o autor, através do e-mail: edson.manoeldelima@gmail.com

sexta-feira, agosto 16, 2013

Três poemas de Patrícia Costa


Ao Eterno...

Na manhã o Teu Amor
Teu cuidado fazendo abrigo
Lembra sempre o meu valor
E o desejo de estar comigo

Tu me fazes forte
Poesia que acalma o coração
Rega a vida, dissipa a morte
Carinho de imensidão

Vento leve e doce melodia
Ninho de paz pra descansar
Maravilhosa companhia
Presença a me inspirar

Só existo por Tua Graça
Pelo Teu favor que me alcançou
E até hoje não descobri mais nada
Que se compare ao Teu Amor.


Ter um amigo é...

Ter um amigo é nem sempre definir; traduzir.

É olhar com os olhos do coração o lado mais humano e não se ausentar; não se assustar.

Adentrar sem a ousadia de querer mudar. Apenas ser; ajudar.

Deitar no ombro da confiança e descansar; estar.

Poder ser virtude e limitações; sem explicações.  

É reconhecer-se no olhar; conversar.

Quando se chocam em dor nalgum momento o tempo traz o perdão; o diálogo dos corações.

O pulsar de um amor que gera vida, a celebração da existência; unida.



Esperança

Esta que amplia o olhar
Alimenta a boca do tempo com o sorrir               
Afugenta da aspereza dos dias o chorar
Tua possibilidade faz insistir.

Se verde denominam tua cor
Flores e frutos fazem parte do teu ser
Entrelaço-te com o vermelho do amor
E no tempo oportuno espero pra colher.            

Tua terra fértil traz vida ao pensamento
Ainda que a realidade esteja debochada
Maior é o poderio do teu alumbramento
Que na aurora traz a surpresa conquistada.

Pequena ou grande tu és o meu norte
Nunca mais estarei  perdida
Quando fraca, tu me fazes forte
Tua existência me vivifica.


sábado, agosto 10, 2013

Antologia de Poesia Missionária Volume 2 - Baixe este livro gratuito


Em 2010 publicamos a Antologia de Poesia Missionária – uma rica seleta de poemas missionários, e também frases temáticas, para edificação e deleite dos leitores. Tendo colhido uma muito boa recepção, vimo-nos estimulados a encetar agora este segundo volume da Antologia, reunindo desta vez as obras de alguns de nossos maiores poetas evangélicos de ontem, como Myrtes Mathias (1933 – 1996) e Mário Barreto França (1909 – 1983), ao lado de novas e pulsantes vozes.

       Esta antologia cumpre um duplo papel. Podemos dizer que ela é um devocional e uma ferramenta. Devocional em seu objetivo de despertar, reforçar ou reavivar no indivíduo e na igreja o amor e o ardor missionários, sem os quais ambos, o indivíduo e a coletividade de indivíduos comungantes, não são igreja. E também uma ferramenta, por seu conteúdo útil para promotores de Missões, missionários, pregadores, escritores...

       Mesmo que particularmente você não aprecie poesia, lembre-se que esta é uma antologia também de frases. São 28 páginas de citações de teólogos, missiólogos, missionários e outros servos de Cristo cuja opinião e conhecimento são dignos de nota – autores do Brasil e do mundo, de ontem e de hoje.

       Este é um livro gratuito, e lhe convidamos a compartilhá-lo com quantos irmãos você puder. O livro não pode ser comercializado de nenhuma forma, mas você pode copiá-lo, republicá-lo, imprimi-lo para seu uso ou para ofertar a outros - e nós lhe incentivamos a fazer isso!

       Enquanto cristãos, avancemos em nossa colaboração e serviço à igreja e ao mundo, levando cada vez mais longe a chama do Evangelho - e o Evangelho é a pessoa de Jesus Cristo -, salvação gratuita para todo aquele que nele crer.

       Que esses versos e pensamentos possam ser usados pelo Santo Espírito para servir-nos de inspiração e motivação, pois o tempo de Deus é agora. Militemos sem embaraços até que Ele venha!

Sammis Reachers

Para ler o livro online, ou baixá-lo pelo site Scribd, CLIQUE AQUI.

Para baixar o livro pelo site 4Shared, CLIQUE AQUI.

*Caso tenha dificuldades em fazer o download, por favor, solicite-me o envio por e-mail: sammisreachers@ig.com.br

**Você pode redistribuir (sempre gratuitamente) este livro entre seus amigos e contatos, bem como reproduzir este post/livro em seu site, blog ou outra mídia, sem necessidade de prévia autorização.


sexta-feira, agosto 09, 2013

Um poema para o Dia dos Pais, de Ivone Boechat


MEU PAI
Gosto de rever
a imagem forte do meu pai,
tremendo o assoalho
ao caminhar.
É doce me lembrar
como se temia
quando ele perdia
a abotoadura,
o guarda-chuva,
a chave de fenda!
Hoje é lenda:
a figura enigmática,
a disciplina dura,
a rotina sistemática.
Pai não morre,
corre na frente
pra levantar o segredo do véu
e guardar pra gente
o lugar mais estrelado
 do céu.

CLIQUE AQUI para poemas para o Dia dos Pais

quarta-feira, agosto 07, 2013

Um poema de Felipe Wagner


Dores

Senhor,
Muitas são as aflições da vida
Muitas dores eu sinto no peito
Angustias que me fazem sangrar

Sinto meu peito arder
Pela vontade insistente de fugir
Mudar, me desligar.
Afundando-me dentro de mim

Todas as cores são cinza.
Todos os sons nulos.
Apenas sinto e sofro
Dentro de minha própria solidão.

A tristeza que tenta me parar
Coloca espinhos nos meu caminho
E os ventos da vida tentam
Fazer-me desviar da esperança da Vida

Mas eis que vem...

Uma vida cercada por pequenos sonhos
Desejosos de sair do pequeno mundo
Que meu coração construiu
Para tentar sobreviver em um mundo todo corrompido

Ainda um sonho me resta
Em pé em meio aos outros mortos em batalha
E este resiste bravamente
Mesmo todos os dias com novas feridas.

E meu peito arde intensamente
Por sustentar este sonho dentro de mim
É minha esperança além das esperanças perdidas
É minha vida além da vida que matou todas as outras.

Mas eis que Ele vem...

Agora choro lágrimas escondidas
Nos ombros Seus, Meu Senhor.
Onde reside o Sonho que outrora não existia
Mas então em Ti, posso chorar.


Hoje só tenho o suportar
Ouvir o silêncio dos passos
Na caminhada fria da vida
Sorvendo pequenos sulcos de calor

A esperança da luz que vem
Do fim enfim
Que trás consigo o alento eterno
De viver sempre e para sempre

E Suportar essa dor latente...
Enquanto se não é chegada a hora
Na única esperança que tenho
A de que Ele vem.


(E se não vier logo, até Ele, eu vou.).

(Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.).
1 Coríntios 15:19

domingo, agosto 04, 2013

Pulmões de Vida, livro de Marcelo Eduardo Oliveira para leitura online ou download


"Palavras não passam despercebidas por Poetas. Algumas com presença ainda maior, fazem habitação. Na verdade habitam e habituam, não saem de moda, às vezes ficam apenas escondidas. 
Nessa antologia, Marcelo trata sobre um assunto tão cotidiano e a princípio muito generalizado: a Vida. Porém, com a simplicidade e ousadia que convivem com esse Poeta.
Sendo assim, desejamos que essa leitura gere em cada pessoa um senso de amor e fé por viver, ser pessoa e acreditar em dias melhores..."

Para ler o livro online ou fazer o download pelo site Scribd, CLIQUE AQUI.
Para fazer o download pelo site 4Shared, CLIQUE AQUI.

Visite o blog do autor: http://linkpoetico.blogspot.com.br

sábado, agosto 03, 2013

Um poema de Rosalee Mils Appleby


Guarda o Teu Coração

Do que as riquezas ele é mais precioso
E mais precioso até que o mundo inteiro;
Longe dos males guarda o coração,
Na paz conserva o escrínio verdadeiro.

Manancial ele é do pensamento,
Pois a mente arquiteta cada ação;
E os lábios, meros servos são do rei,
O rei, que é bem chamado o coração.

Da vida os cursos brotam dessa fonte,
Teu amor, teu desejo e tudo mais.
Esconde, pois, fielmente o bom tesouro,
Se amas a vida e se desejas paz.

No mundo todo, existe um Rei, um só,
Que, supremo, governa o coração;
E o poder do Alto vem banir as trevas,
Deixando nesse reino o seu clarão.

Sem de Deus a presença, tu não podes
Vencer, de pronto, o embate que te chama;
Nele perdura a necessária força,
Pela qual o universo todo clama.

Do livro Florilégio Cristão

CLIQUE AQUI e leia o artigo Rosalee Appleby – pés franciscanos, alma avivada, sobre a vida desta missionária que fez tanto pelo Brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...