quarta-feira, outubro 16, 2019

Três poemas de Isaac Costa de Souza



Aborto do Aborto

O único aborto permitido
Deveria ser o aborto do aborto

A dor do parto
É menor do que a dor da morte

O parto convida à luz
O aborto conduz às trevas

O parto é uma dádiva divina
O aborto, um castigo demoníaco

O parto traz choro de alegria
O aborto derrama lágrimas de miséria

O parto constrói um doce lar
O aborto cava uma amarga sepultura

O parto é um caminho que leva à casa
O aborto é a trilha que empurra para o féretro

O parto produz comunidade
O aborto confina ao isolamemto

Parto e aborto
Derramam sangue humano em seus atos

Mas o parto é sentença de vida
O aborto é sentença de morte

A palavra de ordem é abortar o aborto
Ele elimina a vida desde os seus primórdios

Navegar é preciso
Viver também é preciso
Pois o aborto é a grande tragédia da curta vida
De um indefeso feto
Que um dia foi desafeto de alguém
Mesmo antes de ter tido a oportunidade
De se defender do erro ou do acerto
Que de fato, sendo feto
Nunca chegou a cometer


Alicerce de Vida

Você pode habilmente enganar-me
Mas não pode tirar-me a verdade
Ela não depende das desinformações
Imputadas por polifonias em meu dia-a-dia

Você pode armar-me ciladas
Mas não pode reter-me em armadilhas
Elas tornam-se frágeis tecidos de seda
Apenas para ornar a minha liberdade

Você pode alienar-me de todas as minhas posses
Mas não pode atirar-me no lixo podre da sociedade
A minha dignidade vem do ser que me criou
E não dos bens que tenho ou não tenho

Você pode destruir os meus argumentos
Mas não pode anular a minha fé
Ela é “certeza de coisas que se esperam
E a convicção de fatos que se não veem”

Você pode executar o meu corpo físico
Mas não pode aniquilar a minha alma
Mesmo o corpo morto ressuscita
Em um viver para sempre na imensidão da eternidade

Você pode ser um rei todo poderoso
Porém jamais será minha majestade
Sou da pasárgada mais sui generis que existe
Onde os súditos são servidos pelo seu supremo líder

Você pode possuir um poder inquestionável
Mas não vai me condenar à servidão voluntária
Embora ainda passível a confinamentos
Sou liberto para servir com prazer a alguém que é eterno


Aliança Correta

Certos tipos de pensamento, com seus tentáculos
Agarram braços, pernas, pescoço
Intestinos, coração e emoção – o corpo todo

Derrubam no chão os mais bravos lutadores
Que, imobilizados, perdem todo e qualquer combate

Os mais fracos desses pensamentos
São mais aguerridos do que o mais forte dos adversários

Têm a potência de um maremoto
Que com imedida brutalidade
Abala todo sangue no interior da malha de veias e artérias

Nessas aguerridas ofensivas
Barricadas, barreiras, trincheiras
Verdadeiras fortalezas são em vão erguidas
Qualquer vitória se inscreve inacessível às indefesas vítimas
A menos que vigorosa aliança seja celebrada
Com um supremo ser sagrado
Onisciente
Onipresente
E onipotente
Cujo monossilábico nome é Deus

Isaac Souza é missionário da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais. Formado em Letras e com mestrado em Linguística, Isaac é autor do livro De Todas as Tribos, pela Ultimato, em 1996 (segunda edição: 2003). Organizou ainda, com Ronaldo Lidório, o livro Questão Indígena - Uma Luta Desigual, pela Ultimato, em 2008.

segunda-feira, outubro 07, 2019

Todas minhas fontes estão em ti, Poema de Rosalee Mils Appleby


Todas minhas fontes estão em ti

E pelo Espírito,
       Que o culto deixe de ser uma formalidade exterior e torne-se uma experiência íntima
E pelo Espírito,
       Que o cristianismo deixe de ser dogma e torne-se vida e realidade
E pelo Espírito,
       Que a religião deixe de ser uma tradição do passado e se torne uma prática do presente.
E  pelo Espírito,
       Que Jesus cesse de ser histórico e seja uma presença verdadeira em nosso coração.
E pelo Espírito,
       Que a bíblia deixe de ser uma literatura semanal obrigatória para os crentes e seja um prazer diário.
E pelo Espírito,
       Que a oração, deixe de ser uma humana repetição de palavras e torne-se a voz do Grande Intercessor que intercede com gemidos inexprimíveis.
E pelo Espírito,
       Que a igreja deixe de ser uma reunião social e se transforme em manancial de vida, fonte inesgotável onde as ovelhas  possam ir beber águas limpas e se alimentar de pastagens verdejantes.
E pelo Espírito,
       Que a pregação deixe de ser ética e oratória, tornando-se recado divino e instrumento profético de chamada missionária.
E pelo Espírito,
       Que os crentes queiram ser mais do que simples membros de uma denominação, que eles queiram ser cidadãos do Reino
E pelo Espírito,
       Que o serviço cristão deixe de ser dever obrigatório e se transforme em cooperação voluntária e alegre.
E pelo Espírito,
       Que a vida diária deixe de ser existência monótona e se transforme em uma aventura gloriosa em união com o Segredo deste Universo.
E pelo Espírito,
       Que o nosso andar não seja mais só pelo que vemos, e o nosso desejo só pelo que podemos tocar, mas  que pela fé, possamos andar nos lugares altos,  como que vendo o invisível e almejando o impossível.  
E pelo Espírito,
       Que o fluir do Senhor através de nós seja como foi prometido, com rios de água viva fluindo de nosso interior e não apenas algumas poucas gotas.
E pelo Espírito,
       Que obras iguais e até maiores das  que Jesus fez, sejam também feitas por nossas mãos, diariamente.
E pelo Espírito,
       Que Deus nos mostre  coisas que nenhum olho viu e nos fale coisas que nenhum ouvido ouviu e nos revele coisas que jamais subiram a nenhum coração humano.
E pelo Espírito,
       Que tenhamos comunhão com o Filho de Deus, e nos tornemos participantes de sua natureza divina.
E pelo Espírito,
       Que possamos abandonar toda imitação falsa do amor e começar a amar de verdade, deitando  por terra toda nossa hipocrisia.
E pelo Espírito,
       Que os nossos olhos vejam muito mais do que a letra e os ouvidos ouçam algo mais além do que os ruídos deste mundo caído e que se tornem possíveis as coisas que antes não eram.
E pelo Espírito,
       Que todos os que creem possam ser transformados de glória em glória, na imagem de nosso Salvador, Cristo Jesus,
Nem por força, nem por violência,
       Nem por formalidade, nem por atividade,
             Nem por legalismo, nem por lógica,
                    Nem por eloquência, nem por organização
                           Nem por dogmas, nem por discussão,
MAS,
PELO MEU ESPÍRITO,diz o Senhor dos Exércitos.


quarta-feira, setembro 25, 2019

Uma seleção de Trovas Cristãs


Fazendo uma faxina nos armários e estantes, me deparei com antigas publicações periódicas dos meus tempos de circuito alternativo de poesia. São jornais, informativos, fanzines. Aproveitei para coligir diversas trovas de teor cristão, de variados autores. Não cuidamos aqui de aferir sobre a posição teológica ou vinculação religiosa dos mesmos; apenas coligimos os versos baseados em sua mensagem. 
Mas e a trova? Trova é um poema autônomo de quatro versos em redondilha maior. A definição de trova que foi adotada como definitiva, segundo Luiz Otávio, éː “Composição poética de quatro versos de sete sílabas cada um, rimando pelo menos o segundo com o quarto verso. É criação literária popular, que fala mais diretamente ao coração do povo. É através da Trova que o povo toma contato com a poesia e sente a sua força. Por isso mesmo, a Trova e o Trovador são imortais.” Fernando Pessoa, talvez o poeta maior de nossa Língua, considera que "a trova é o vaso de flores que o povo põe à janela de sua alma."  
Vamos lá?

Deus guia as nuvens e os ventos,
Guia os mundos na amplidão;
Guia nossos pensamentos
Se lhe dermos atenção.
Miguel J. Malty

Nos caminhos paralelos
Ao cansaço da jornada,
Deus me empresta seus chinelos
E eu prossigo a caminhada...
Adelir Machado

Ouvindo um dia um sujeito
Gabando-se de ser ateu
Eu murmurei, satisfeito;
Esse é mais burro do que eu.
Fontoura Costa

Olhem a rosa os que ainda
Costumam dizer-se ateus,
Ela é resposta mais linda,
Quanto à existência de Deus.
Antonio Augusto de Assis

Sem ilusão, fantasia,
Sem magia, sem quimera,
A fé: - de algo a garantia
Que, é certo, você espera!
Aloísio Bezerra

Barro é a matéria prima
Que moldou a humanidade.
Fez-se vida, verso e rima,
Fundindo luz e verdade.
Egiselda Charão

Criado por Deus, o rio
Nasce limpo e, como nós,
Traz consigo o desafio
De limpo chegar à foz.
Antônio Augusto de Assis

O poder, fama e riqueza,
Com os frutos que são seus,
Nada valem, com certeza,
Sem os aplausos de Deus.
Aloísio Bezerra

Aquele que amor reparte,
Entre crentes e ateus...
Proclama por toda parte
A majestade de Deus.
Osael de Carvalho

Ah, Jesus, que maravilha
Se em ti se inspirasse o rei,
E a paz, o amor, a partilha,
Enfim se tornassem lei!
Antônio Augusto de Assis

Criado o grande universo,
Proclamou o som um hino;
A palavra veio em verso
E a vida veio em sopro divino.
Walter Rossi

Eu faço tudo sozinho;
Desculpe, junto com Deus.
O que Ele faz vem certinho...
Os erros são sempre meus.
Humberto Del Maestro

Quero fazer-te, Senhor,
Um canto de amor sem fim;
Em cada verso um louvor
Ao Deus que cuida de mim.
Arita Damasceno Pettená

Ao céu se manda mensagem
Que, sem som, vai entendida...
Oração é a linguagem,
Em silêncio, transmitida.
Fernando Vasconcelos

Curtem os grandes, a fundo,
Seus palácios, seus cassinos...
Mas, se é deles este mundo,
O céus é dos pequeninos!
Antônio Augusto de Assis

Feliz quem promove a paz!
Ao Senhor é agradável,
E a todos o bem faz.
Um gesto altruísta, louvável.
Aurélio R. de Loiola

Tem Satã o jeito e a forma
Da beleza que seduz
E tem vez que se transforma
Até num anjo de luz.
Deusdedit Rocha

Descobri uma verdade
Que não foi nada ruim;
Mesmo sendo majestade,
Deus tem ciúme de mim.
Lola Prata

Pedro, repleto de unção
Três mil almas conquistou;
E você, prezado irmão,
Quantas almas já ganhou?
Deusdedit Rocha

Deus, que fez a noite e o dia
A um toque de Sua mão,
Pôs também na poesia
O sopro da inspiração.
Maria Thereza Cavalheiro

Há sempre o dedo de Deus
Na flor, no inseto que voa...
No bem que chega, no adeus;
No gesto de quem perdoa.
Maria Thereza Cavalheiro

Poder praticar o Bem
E fugir à ocasião,
Perante Deus, é também
Um delito de omissão!
Maria Thereza Cavalheiro

Por mais que se faça o mal,
Com desassombro ou com medo,
A conta vem no final:
Para Deus não há segredo.
Maria Thereza Cavalheiro

Hosanas no Paraíso!
Encheu-se a terra de luz...
E a Estrela, que deu o aviso,
Levou três Reis a Jesus!
Maria Thereza Cavalheiro

Sinto, em meu quarto, sozinho,
a Deus pedindo conselhos,
que a gente cresce um pouquinho
sempre que dobra os joelhos!
Pedro Ornellas

Com tanta agressão e guerra,
neste Milênio, é preciso
que Jesus retorne à terra
e nos traga a paz e o riso!
Maria Thereza Cavalheiro

Redimindo pecadores,
conduzindo-os para a luz,
o maior dos sonhadores
morreu pregado na cruz!
Aparício Fernandes

segunda-feira, setembro 16, 2019

O SALMO DOS MARÍTIMOS - Folheto gratuito para a evangelização de marinheiros (em português e inglês)


Há algum tempo, iniciamos um projeto de criação de folhetos evangelísticos, com mensagens contextualizadas para grupos específicos. A ideia era principalmente contemplar aqueles grupos/segmentos que não possuem material específico disponível no mercado ou na internet. Neste esforço, uniram-se a nós o irmão Julio do site Missões em Suas Mãos e diversos outros colaboradores. Os primeiros frutos deste esforço foram o folheto para RODOVIÁRIOS, seguido de MORADORES EM SITUAÇÃO DE RUA e GAMERS.
Agora, um sonho antigo se realiza, com a publicação de um folheto dedicado à evangelização de MARINHEIROS (marítimos / aquaviários). E o melhor: disponibilizamos o folheto, além de em PORTUGUÊS, também em INGLÊS, o que aumenta em muito o seu alcance.
O arquivo do folheto (em PDF), está disponibilizado em DOIS formatos: um ideal para a impressão em CASA, e outro otimizado para a impressão em GRÁFICAS. Você pode imprimir quantos exemplares quiser, sem precisar de autorização. Solicitamos apenas que os folhetos não sejam VENDIDOS.
Compartilhe esse recurso com igrejas, missões, missionários e obreiros que possam ter interesse no material. E lance a semente, para a glória de Deus e salvação dos que perecem!

PORTUGUÊS
Para baixar a versão em PORTUGUÊS para a impressão EM CASA, CLIQUE AQUI.
Para baixar a versão em PORTUGUÊS para a impressão EM GRÁFICAS, CLIQUE AQUI.


INGLÊS
Para baixar a versão em INGLÊS para a impressão EM CASA, CLIQUE AQUI.
Para baixar a versão em INGLÊS para a impressão EM GRÁFICAS, CLIQUE AQUI.


LEIA ABAIXO A MENSAGEM:

O SALMO DOS MARÍTIMOS
Uma versão dos marítimos, do Salmo 23, foi publicada no Boletim do Capelão da Armada, em Washington. Sua autoria é atribuída a J. Roger, comandante da marinha mercante, que o teria escrito durante a Segunda Guerra Mundial. Diz o seguinte:
"O Senhor é o meu piloto; eu não cairei. Ele me alumia em meio às águas escuras; conduz-me a canais profundos; guia o meu barco. Orienta-me pela estrela da santidade por amor do Seu nome. Ainda que eu navegasse por entre as trovoadas e tempestades da vida, não temeria mal algum, porque Tu estás comigo. O Teu amor e o Teu cuidado me abrigam.
Preparas um porto perante mim na Terra da eternidade; unges as ondas com óleo; o meu barco desliza suavemente. Certamente que a luz do Sol e das estrelas me favorecerão todos os dias da minha viagem, e descansarei no porto do meu Deus para sempre."
Seja na navegação de cabotagem ou de longo curso, são muitas as dificuldades com que o marítimo ou aquaviário pode se deparar. Hoje a navegação eletrônica e seus muitos aparelhos facilitaram a vida dos que se dedicam à navegação, mas ainda assim os riscos existem. Da mesma forma ocorre em nossas vidas: Hoje estamos bem, com saúde e segurança financeira e emocional; mas inesperadamente podemos atravessar tempestades como desemprego, abandono, depressão...
 Em meio a um temporal, a Bíblia fala sobre marinheiros que “clamam ao Senhor na sua angústia; e ele os livra das suas dificuldades. Faz cessar a tormenta, e acalmam-se as suas ondas. Então se alegram, porque se aquietaram; assim os leva ao seu porto desejado” (Sl 107.27-30).
Há mais de dois mil anos atrás, numa travessia de barco pelo Mar da Galileia, os discípulos de Jesus, muitos deles pescadores, viram-se em apuros durante um vendaval que perigava tombar sua pequena embarcação. Em meio àquele desespero, Jesus descansava tranquilamente. Ao ser acordado, Jesus repreendeu os ventos e o mar, que imediatamente acalmaram-se; e disse aos seus discípulos sobre a necessidade de terem e exercitarem sua fé nEle.
Pois é baseado na fé em Cristo que obtemos socorro e salvação para nossas vidas. O pecado causou o nosso afastamento de Deus. Boas obras, por mais que sejam ou nos pareçam valorosas, não podem cobrir a dívida dos nossos pecados, que todos os dias é multiplicada. Deus assim propôs a solução para a dívida da humanidade em seu próprio Filho, pois Cristo viveu sem pecados e morreu sem culpa, fazendo-se culpado em nosso lugar, e pagando de uma vez por todas a nossa dívida. Por isso a Bíblia diz: “Aquele que crer... será salvo” (Mc 16.16). Nenhuma tempestade será poderosa o bastante para nos separar da salvação oferecida por Aquele que criou os céus, a terra e os mares. Ele mesmo prometeu, após ressuscitar e subir aos céus, onde vela por nós: “E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos” (Mt 28.20b).
Deus oferece hoje, através de seu filho Jesus Cristo, a sua mão estendida, um porto seguro com oferta de paz, ajuda e salvação eterna. Aceite hoje a este amigo que não trai ou abandona, e que deseja estar contigo a cada instante e por toda a eternidade.
Leia a Bíblia e aprenda mais sobre o plano de Deus para a salvação da humanidade. Alimente-se e seja fortalecido com as suas maravilhosas promessas. Faça uma oração, conversando com Deus, assim como você fala a um amigo, e confesse seus pecados, pedindo para Jesus tomar conta de sua vida e suas ações de agora em diante. Busque a comunhão com outros cristãos em uma igreja, ou num grupo de estudo bíblico aí mesmo em sua embarcação. Deus ama você!
S. R. 

_______________________________________

Para maiores informações, escreva para:  sreachers@gmail.com

sexta-feira, setembro 06, 2019

PRECE DO ESCRITOR - Maria Thereza Cavalheiro



PRECE DO ESCRITOR

MARIA THEREZA CAVALHEIRO

Permiti, Senhor, que a rosa do idealismo
não pereça, jamais, em minhas mãos;
iluminai-me, Senhor, para que minha palavra
seja, agora e sempre, a Vossa Lei;
perdoai-me, Senhor, como perdoastes
a Vosso Filho dileto,
pelos momentos de fraqueza e receio,
de mudas apreensões,
que Ele próprio um dia teve,
ao pedir a Vós no Monte das Oliveiras;
lembrai-me, Senhor, de que meu auditório
é limitado pelo tempo,
pois não são muitos aqueles
cuja obra transcende gerações;
fazei, Senhor, com que eu tenha coragem
para enfrentar a derrota,
e humildade para aceitar a vitória,
pois uma e outra são da própria vida;
ajudai-me, Senhor, nos fracassos,
para que possa erguer-me e continuar a luta,
pois as quedas me são dadas por Vós,
para provar-me; concedei, Senhor, que nos triunfos
não me deixe tomar pela vaidade,
pois os êxitos me são dados por Vós,
para servir-Vos;
levai-me, Senhor e Mestre,
a não trair meu Destino,
pois menos que uma gota d'água sou
perante Vossa imensidão,
mas forte ao mesmo tempo
por ser uma partícula de Vós!
 Amém.

terça-feira, agosto 27, 2019

AS FLORES NO CUME DO MONTE, livro de Clávio Jacinto para download gratuito


O poeta Clávio Juvenal Jacinto acaba de publicar o livro As Flores no Cume do Monte
Você pode realizar o download da obra gratuitamente, clicando AQUI.

sexta-feira, agosto 23, 2019

Revista Passatempos Missionários #6: A Tradução da Bíblia para todos os Povos - Baixe grátis


Deus, ao revelar à humanidade seu plano salvador ao longo da história, escolheu assegurar e compartilhar sua revelação através da palavra escrita. De todas as necessidades do esforço missionário de Cristo, a maior delas é por tradutores bíblicos. O trabalho abnegado e metódico de um tradutor exige dedicados servos de Deus.
Nesta edição de Passatempos Missionários, aprenda um pouco sobre essa que é a mais magnífica das tarefas que um ser humano pode realizar – levar a Palavra de Deus a todos os povos da Terra, de uma forma que eles entendam! São caça-palavras, cruzadas e quizz em 12 páginas com muita informação.
Ore, contribua, invista tempo e recursos em vocacionados que você conheça. E seja você mesmo o próximo missionário tradutor.

PARA BAIXAR A REVISTA PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI
________________________________________

A revista Passatempos Missionários objetiva transmitir informações relevantes, direta e indiretamente ensinando e despertando a Igreja para a importância e a urgência da causa missionária, tudo isso através de divertidos passatempos.
Este é um material totalmente gratuito, sem cores denominacionais, concebido para ser livremente distribuído entre a membresia de igrejas, seminários, classes de escola dominical, grupos e células, cultos e eventos de Missões etc.

quinta-feira, agosto 15, 2019

Dois poemas de Joel Macedo

                                                                                          Susan Krochalk



DAVI CIBERNÉTICO

E aí, Senhor? qual o teu diretório, qual a tua direção?
e a tua versão dos fatos, qual é?
foste tu que permitiste  não há dúvida –
embora não tenhas induzido a aqui ficar.
serei culpado? galardoado?
indiciado fui num processo de perseguição.
fraquezas, miudezas, sentimentos infantis - tudo contra.
aterrado por uma insolvência atroz, não tenho outro olhar senão para ti.
tua voz me é preciosa corno um abraço apertado nesta hora.
pouco ou nada sei. Nem porque resisto, sei
mas persigo a lei de te louvar
pelo sufoco, nervosismo, vergonha e abismo venho te dar graças
por tudo que irei aprender do agora.
não há opróbrio dos homens, nada importa
se sou pobre e desvalido, tenho a ti que me conforta.
Pai, ó Pai... mostra-me tão somente a tua vontade nesta hora.


ROMPENDO AURORA

Ó, minha alma
levanta-te da prostração,
da inércia, da preguiça
e caminha!
acerta o passo com a vitória
que Cristo te dá.
Renuncia aos pântanos, aos alagados e se entrega aos rios
do bom ânimo
aos igarapés da esperança
pois nada menos que o céu está reservado para ti
bastando a ti, caminhar!

Aceita as provas do dia
os combates da noite
e pela oração, afugenta os opressores
pela Palavra, repreende os invasores.
Sê sábia na luta, ó alma
não te acomodes, não recues
o alvo de Deus é tornar-te plena,
realizada, corajosa, serena
identificada com tua natureza celeste
equilibrada em tua atração terrestre.
Uma alma fiel, leve, ativa
ama alma-espírito, amante, combativa
para que entre ti e o teu Criador
haja um vínculo indestrutível
e criativa, então, tu te tornes
a serviço do maior ofício
que é a instalação da Luz nesta terra.
Serás co-autora da aurora
ecoarão sonoros os teus tambores
afinados serão teus instrumentos de cordas
e te ouvirão os retardatários
salvando-se, então, da ira.
Há um assento para ti nas doces Bodas
basta que despertes agora
e participes da preparação solene.
Não desfaleças, é grande a tua tarefa
vigia contra o ardil das trevas
porque é luminoso como nunca ouve - e te espera
o dia de mil anos
quando o céu reinará na terra.


Do livro Lições da Fornalha

domingo, agosto 11, 2019

Livro gratuito: O FOLHETO FALANTE para download


Há algum tempo publicamos aqui a resenha de um divertido e edificante livrinho, O Folheto Falante, de Orlando Arraz Maz.

Pois bem, o autor disponibilizou, para download gratuito, o livro em seu blog. Veja aqui:


Abaixo, republicamos a resenha do livro:
Quantas e quantas almas já não foram salvas através da ação de um folheto evangelístico? Por suas características de semente que se lança praticamente sobre qualquer terreno, muitas vezes não se pode conhecer os resultados e nem o alcance, em termos de pessoas e distâncias atingidas por aquele folheto. São inúmeros os testemunhos de conhecidos e anônimos servos de Deus que foram alcançados pela mensagem de salvação através de um simples folheto, o “evangelista que não dormita”.
Mas isso tudo é para falar de um interessante livro. Em O Folheto Falante (Edições Cristãs, 1997) o autor Orlando Arraz Maz relata as conquistas, apuros e peripécias de um folheto. Isso mesmo: de mão em mão, de vida em vida, acompanhamos o pequeno folheto por favelas e mansões, aviões e navios, lixões, hospitais, ruas e celas, em estórias que entrelaçam-se em cadeia de eventos cujo eixo é “um simples folheto de quatro páginas”.
Uma leitura agradável e edificante, que colabora para nos dar a dimensão real das largas possibilidades e oportunidades de ação das literaturas evangelísticas.  Isso é proveitoso ainda para renovar nosso ímpeto evangelístico. Seus capítulos curtos e o agradável estilo do autor permitem que o livro seja utilizado para instrução, edificação e inspiração de pessoas de todas as idades, inclusive nossas crianças.

sábado, agosto 03, 2019

ESTÓRIAS QUE NÃO SE ESQUECEM, livro de contos do Pr. Wagner Antonio de Araújo para download gratuito


A literatura de ficção levada a cabo por cristãos nacionais possui excelentes cultores, mas é pouquíssimo divulgada e conhecida; notadamente, aquela produzida pelos praticantes do relato de concisão e precisão que é o conto. Assim, o surgimento de um livro como este, reunindo grande parte da produção de um autor gabaritado, é motivo de celebração.
A pena do pastor Wagner Antonio de Araújo é abençoada como a botija da viúva: de sua lucidez brotam textos em quantidade e qualidade ímpares para combustível (de almas e lâmpadas) dos leitores que têm a felicidade de travar com eles contato.
Aqui o conto, o relato real, a crônica e o texto devocional entrelaçam-se compondo um estilo rico e característico do autor. Contos com a reverberação do ensino ético, no que ecoam o melhor da contística universal; muitos deles, como referido, deambulando na sutil e criativa fronteira entre conto e crônica. Histórias reais de anos de vivência e pastoreio de diversas igrejas são aqui filtradas e remixadas para gerar uma agradável e pungente literatura.
Desassombradamente asseveramos que o leitor deste volume sairá dele (sempre) maior; maior em entendimento dos processos dos homens e das coisas de Deus. Maior em empatia com seu próximo e comunhão com Aquele de onde todo o bem emana. E isso sem descuidar do entretenimento, causa maior talvez da faina ficcional humana; pois aqueles momentos de relaxamento e alumbramento, advindos do simples prazer da leitura, estão garantidos, do primeiro ao último relato.
Sammis Reachers

PARA BAIXAR O LIVRO PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.

sexta-feira, julho 26, 2019

ÂNSIA DE ETERNIDADE - E-book de José Brissos-Lino para download


A presente obra reúne um conjunto de pequenos poemas dispersos sobre temática espiritual e religiosa, escritos ao longo de alguns anos e ainda não publicados em livro.
As questões da fé e da eternidade, a revisitação de figuras, imagens e episódios bíblicos, em particular os tocantes às temáticas da transcendência e da relação com Deus, pairam claramente sobre a paisagem poética aqui apresentada, assim como alguns exercícios livres de meditação ou elevação (chamemos-lhe assim).
No fundo trata-se do discurso poético de um homem de fé, desenvolvido mais em jeito de reflexão pessoal. E o que é a Poesia senão isso?
Como bem dizia Miguel de Unamuno “acreditar em Deus é antes de mais e sobretudo querer que ele exista” (Do Sentimento Trágico da Vida, 1913).
É por isso que esta obra pode constituir inspiração significativa para quem for capaz de a saber ler, e elevação espiritual para quem aspira à eternidade e sente que ela está a passar por aqui.
O Autor
Para realizar o download do livro pelo site Google Drive, CLIQUE AQUI.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...