sábado, março 28, 2020

Dois poemas de Vera Cristina Weissheimer

Ramakrishna Nimmaraju

Que a tristeza se desfie em versos de poesia.
Que a desesperança esperanceie.
Que a dúvida seja impulso para o atrevimento de crer.
Que a loucura necessária não seja temida.
É preciso de sandice para atrever-se nas coisas da fé.
Lá onde os absurdos fazem sentido,
e, apesar de todos os pesares, que possamos sentir,
de todos os nãos que possamos ouvir,
de todos os contrários que possamos enfrentar
e dos vazios em que podemos cair,
que a fé, ainda assim, seja nossa força de vislumbrar
possíveis nos impossíveis.

Do livro Quando a Vida Dói (Ed. Sinodal)


Eterna finitude

Folha seca
Que cai sem temer o vento que a leva
Folha verde que resiste ao vento
Vento forte que insiste
Que dança em sua volta
Vento fazendo ventania
Folhas
Pequenas, grandes
Secas
Até as verdes
Quem sabe colhidas antes do tempo,
Mas quem há de entender
Haverá mesmo algum tempo certo?
A hora certa?
No outono ou primavera
Em qualquer das estações
As folhas são tomadas pelo vento
Brisa ou tempestade
Que dança
E as tira de onde estiverem
Do ipê ou da palma
As folhas rodopiam
E dançam no tempo da finitude
Tempo de eternidade


domingo, março 15, 2020

FLOR DE MAIO, livro de poemas de Roberto Zwetsch para download gratuito


O autor Roberto Zwetsch disponibilizou, para download gratuito, seu belo livro Flor de Maio (publicado pela Editora Nhanduti).

PARA BAIXAR O LIVRO, CLIQUE AQUI.

sexta-feira, março 06, 2020

MINHA CASA DE DEUS, poema de Irmgard Roessler Menze


MINHA CASA DE DEUS
(A Igreja de Cristo em São Leopoldo)

O mais belo local sobre a terra é minha casa de Deus.
Em tempos bons e difíceis de lá entrei e saí.
A primeira vez nos braços de meus pais,
para receber o batismo, quando pequena e pobre.

Dai o tempo foi rápido e ao mesmo tempo maravilhoso
Quando me chamaste a segunda vez, Senhor, ao altar.
Lá recebi o perdão do meu pecado. Tu me convidaste e eu vim.

E depois de alguns anos, com a coroa de mirto em meu cabelo,
no braço de meu amado, estive diante do altar,
para pedira bênção para nossa vida futura.

Mas multo mais do que pedimos, tu nos deste, Senhor:
Nos destes belos filhos, netos nos deste depois,
permite que fiquemos juntos ainda por um longo tempo,
Guarda-nos de sofrimento.

Mais uma vez os sinos badalam... será para mim... para meu último caminho?
E então verei das alturas minha casa de Deus.
Senhor, abençoa a todos que lá entram e saem.


quinta-feira, fevereiro 27, 2020

SUA PALAVRA, poema de Edwin Hodder



Sua Palavra


Sua Palavra é como um jardim, Senhor,
com flores brilhantes e bonitas;
E todo aquele que busca pode colher
um lindo buquê ali.
Sua Palavra é como uma mina profunda e quente;
E joias ricas e raras
Estão escondidas em sua profundidade insondável
Para todos que procurem ali.

Sua palavra é como um guia de estrelas,
Milhares de raios de luz.
Eles fulguram para guiar o viajante,
E iluminam o seu caminho.
Sua palavra é como um arsenal,
Onde soldados podem consertar
E encontrar para a guerra diária da vida
Todas as armas necessárias.

Oh, que eu ame sua preciosa Palavra;
Que eu explore a mina;
Possa colher suas flores perfumadas;
Que sua luz me ilumine.
Oh, que eu ache meu armamento nela;
Sua palavra é minha espada confiável,
Aprenderei a lutar contra todos os inimigos
A batalha de Senhor.

Tradução de Sammis Reachers

Do livro Más de 1001 ilustraciones y citas de Swindoll: Maneras sobresalientes de martillar eficazmente su mensaje.

sexta-feira, fevereiro 14, 2020

TORRE DE BABEL e CRISE EXISTENCIAL: Dois livros de Big Johnny para download gratuito


O poeta, músico e ativista Big Johnny, dono de uma voz atenta e crítica, sem deixar de ser  evangelística e acessível, disponibilizou, em novas edições, dois de seus trabalhos poéticos para download gratuito. Confira:



Para baixar o livro TORRE DE BABEL, CLIQUE AQUI.



Para baixar o livro CRISE EXISTENCIAL, CLIQUE AQUI.

terça-feira, fevereiro 04, 2020

Três poemas de Luiz Guilherme Libório


Ressurreição
E, estando elas muito atemorizadas, e abaixando o rosto para o chão, eles lhes disseram: Por que buscais o vivente entre os mortos? - Lucas 24:5

O breu em nós não compreendia
a vinda da luz pela voz do Verbo
nem compreendíamos o deserto
erigido pelo Leão que ruge o dia
tal qual o negror em nós não via
o véu que se rasga no furor certo
- nós não tínhamos olhos quietos
o suficiente para ver Quem rugia!

Então houve o retorno que recria.
Então compreendemos nosso elo

da cruz central ao ver o ressurecto
no trinitário sorriso do terceiro dia.


Veremos, verão
"Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido." - 1 Coríntios 13:12

Chove e é verão.

Vejo o romper dos raios pela janela
luzindo seus ramos de trigo na noite.

Minha pequena
missão é esta:
ser poeta.

Anunciar a Glória de Deus
que há em todas as gotas
e em ampla luz retórica
anunciar o que apenas
vejo em frestas.



Presente de Natal
Eis que me semeei no árido destes campos
e quis colher do meu suor algo santo
para presentear o meu Senhor.

Das nuvens
esperei o pranto que os hinos justifica
e do vento vir o aroma da baunilha
para embrulhar com ele o meu amor.

No entanto, vede
que o meu Senhor existe desde sempre!
Fez os campos, o verde, os dentes
que rompem o núcleo dos frutos
e o próprio amor.

Qual presente
posso dar ao Senhor?

O Senhor existe desde sempre.
Mas escolheu nascer aqui
e conosco tem vivido.

Nada posso dar
mas o meu presente
é Ele ter nascido.


Leia mais textos do autor no blog https://luizliborio.blogspot.com/

segunda-feira, janeiro 27, 2020

Retrospectiva Editorial 2019 - Livros e recursos gratuitos


Desde 2012, costumo realizar retrospectivas editoriais, uma forma de recapitular todas as publicações e projetos significativos realizados durante o ano que transcorreu. 
Além de servir como balanço e memorial do trabalho empreendido com êxito, é uma forma de compartilhar com os leitores publicações e atividades que eles possam ter perdido ou das quais não tenham tomado conhecimento.
Assim, vamos lá para a Retrospectiva Editorial de 2019?

Logo em janeiro, iniciamos o ano publicando um tipo de recurso que é do que mais sentimo-nos realizados em fazer, o coração daquilo que entendemos como nossa missão, já desde o início da conversão: são os recursos voltados para ajudar pequenas igrejas, em geral deficitárias em recursos financeiros e/ou humanos (embora todos os recursos, claro, prestem-se sempre ao uso de qualquer pessoa/igreja/ministério). Trata-se de uma série de 43 Certificados, Cartazes e Utilidades diversos para igrejas.
Vamos à lista de recursos:

CERTIFICADOS: Certificado de Matrimônio (Casamento) - 3 modelos; Certificado de Apresentação de Criança; Certificado de Participação em Encontro de Casais; Certificado de Batismo - 3 modelos.

CARTAZES UTILITÁRIOS PARA AFIXAR EM PORTAS: Gabinete Pastoral; Secretaria; Secretaria de Missões; Tesouraria; Berçário; Sala das Crianças - 2 modelos; Biblioteca; Banheiro Masculino; Banheiro Feminino; Cozinha;Cantina; Aconselhamento Pastoral – Não entre.

OUTRAS UTILIDADES: Escala de Culto / Escala de Obreiros; Formulário Arrecadação Dízimos e Ofertas – 2 modelos; Aniversariantes; Lista de Visitantes; Lista para Oração (deixe seu nome); Lista para Intercessão por afastados dos caminhos do Senhor (desviados); Cartaz com frases para pessoas afastadas dos caminhos do Senhor; Ficha para Cadastro de Visitantes; Ficha para; Cadastro de Membros ;Cartaz Eventos Anuais da Igreja; Cartaz Prioridades Missionárias (intercessão etc. – 2 modelos); Cartaz Itinerário da Missão (cronograma de ações); Cartaz Plano de Aula EBD; Cartaz Almoço Missionário; Cartaz Mobilização Missionária IDE; Cartaz Festividade Aniversário da Igreja; Cartaz Convite para Filme Tela Crente; Cartaz Culto de Missões; Cartaz Culto de Santa Ceia; Com Defeito.

PARA BAIXAR O ARQUIVO PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



Em maio, publicamos uma antologia com algo de "colossal": trata-se de uma das mais significativas obras sobre a ORAÇÃO já publicadas em nossa língua, obra onde foram coligidas em torno de mil citações, de autores os mais diversos da cristandade, sobre o tema da ORAÇÃO.
Para além disso, coligimos 150 esboços de sermões sobre o mesmo tema, e ainda trechos de orações de grandes nomes do cristianismo, desde Pais da Igreja como Clemente de Roma até nomes recentes como Martin Luther King
Como se fosse pouco, agregamos a este livro recursos outros como Concordância Bíblica ExaustivaDatas Comemorativas para a Intercessão específica, um modelo de Diário de Oração e outros recursos. Baixe e compartilhe sem pena - ou melhor, com toda a piedade!
PARA BAIXAR O LIVRO PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


No mesmo maio, veio à luz este pequenino e-book, uma "palhinha" de outro livro, com o mesmo toque "colossal" do anterior, e em que eu vinha trabalhando de forma concomitante. Trata-se de uma reunião de onze esboços de sermões de caráter missionário, que elaborei enquanto trabalhava na antologia de esboços "Sermões Missionários".
BAIXE PELO GOOGLE DRIVE, CLICANDO AQUI.

Em junho, nosso outro grande livro do ano veio a público: A antologia Sermões Missionários.
A obra colige esboços de autores os mais diversos, de ontem e de hoje, do Brasil e do exterior. Esboços de tamanho variado, indo desde breves tópicos de três linhas até esqueletos de sermão de página e meia, já quase “prontos”. Há ainda uma pequena série de sermões completos. Para enriquecimento da reflexão dos leitores, agregamos a este livro uma seleção de nada menos que trezentas citações sobre Pregação e Pregadores, e um interessante “Círculo Homilético”, na forma de gráfico ilustrando o processo da criação de uma mensagem, da oração por inspiração até sua exposição e avaliação.    
PARA BAIXAR O LIVRO GRATUITAMENTE PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.




No mesmo e movimentadíssimo junho, deu o ar de sua graça o novo (terceiro) número de AMPLITUDE, nossa Revista Cristã de Literatura e Artes. Após três anos de seu anunciado hiato (hiato devido aos hercúleos e clichés motivos de força maior), ela retornou. Contos, poesias, artigos e muito mais na simplesmente única revista do gênero que temos (infelizmente, pois não dou boa conta de tocar este gênero de publicação, que é por demais trabalhoso, e seria magnífico se outras congêneres despontassem no horizonte).
PARA BAIXAR A REVISTA PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.


Ainda em junho (ufa!), os dois primeiros frutos de uma ação envolvendo o Veredas Missionárias e o Missões em Suas Mãos, coordenando um grupo de irmãos voluntários, deram o ar da graça: Trata-se de folhetos evangelísticos gratuitos, com mensagens contextualizadas para dois públicos (provavelmente) ainda não contemplados por este tipo de literatura: Moradores em Situação de Rua e Gamers (aficionados em jogos eletrônicos).
PARA BAIXAR A PASTA COM O FOLHETO VIVENDO EM SITUAÇÃO DE RUACLIQUE AQUI.
PARA BAIXAR A PASTA COM O FOLHETO ETERNAL LIFE (para GAMERS), CLIQUE AQUI.

Logo no mês seguinte, retomamos um projeto que já dera cinco belos frutos, mas estava "parado": A revista Passatempos Missionários. Nesta sexta edição de Passatempos Missionários, aprenda um pouco sobre essa que é a mais magnífica das tarefas que um ser humano pode realizar – levar a Palavra de Deus a todos os povos da Terra, de uma forma que eles entendam! São caça-palavras, cruzadas e quizz em 12 páginas com muita informação.
PARA BAIXAR A REVISTA PELO SITE GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI. 

Em agosto, mais um pequenino recurso: elaboramos uma série de dez pôsteres (cartazes) de temática diversa, ideais para afixar em igrejas. 
Constam no pacote: aviso de Santa Ceia, bazar missionário, chamadas para evangelizar, deixar nome no livro de orações, deixar dados (endereço, contato etc.) com obreiros da igreja, obter informações sobre batismo, além de frases motivacionais para membros e visitantes.
Os pôsteres estão em boa definição, podendo ser impressos tanto em impressoras caseiras quanto em gráficas.
PARA BAIXAR O ARQUIVO (PDF) PELO GOOGLE DRIVE, CLIQUE AQUI.



Por fim, ainda em agosto, a última publicação do ano veio na forma da realização de um sonho antigo, um tipo de "promessa silenciosa" de Deus, pois já desde a primeira semana de minha atribulada conversão eu, que fora um ateu destruidor de folhetos evangelísticos, soube que trabalhar com folhetos (além de outras literaturas) seria a minha missão. Já havia criado ou ajudado a criar folhetos antes; mas este trabalho teve algo de especial, ainda mais por ser disponibilizado também em inglês, língua universal do mundo e do universo marítimo.
Trata-se de um folheto dedicado à evangelização de MARINHEIROS (marítimos / aquaviários). 
O arquivo do folheto (em PDF), está disponibilizado em DOIS formatos: um ideal para a impressão em CASA, e outro otimizado para a impressão em GRÁFICAS. 

PORTUGUÊS
Para baixar a versão em PORTUGUÊS para a impressão EM CASA, CLIQUE AQUI.
Para baixar a versão em PORTUGUÊS para a impressão EM GRÁFICAS, CLIQUE AQUI.

INGLÊS
Para baixar a versão em INGLÊS para a impressão EM CASA, CLIQUE AQUI.
Para baixar a versão em INGLÊS para a impressão EM GRÁFICAS, CLIQUE AQUI.




E no frigir dos ovos de 2019, já em plena noite do dia 31 de dezembro, enquanto você estava curtindo a ceia com a família ou num culto da virada ou apenas dormindo com força, um último recurso veio à lume, desta vez devido à operosidade de minha esposa, a videomaker que Deus agregou à (agora sim uma) equipe. Trata-se de um pequeno vídeo reunindo diversas frases e versículos para a reflexão dos que se encontram afastados dos caminhos do Senhor. A seleção de frases já circulava, apenas como texto, no blog evangelístico Amor Scan, mas agora com uma versão em vídeo cremos que muitas outras almas serão alcançadas. Outros projetos de minha esposa em vídeo já estão em andamento (alguns podem ser conferidos no canal do youtube Estudos Bíblicos), e esperamos que neste ano de 2020 tenhamos mais novidades nesta área.
*   *   *   *   *   *

Amigo/a, talvez você já saiba (ou, espantado, esteja descobrindo agora) que este ministério que levo adiante não possui número de conta bancária. Sim, meu sustento é conseguido pelo trabalho secular, e desde o início optei por trabalhar gratuitamente para o Senhor e seus servos, o que muito me honra. Também não necessito, quando você faz o download de um dos nossos recursos, que você preencha um cadastro com os seus dados, como alguns o fazem (ao oferecer livros de 30 páginas, com dez delas quase em branco). Não preciso de seus dados pois não tenho nada para lhe vender, e nem a quem vender os seus dados (o motivo de muitos cadastros, se não lhe avisaram). Nem preciso expandir minha "marca". Esta obra avança pela graça de Deus, e pela sua boa fé, amigo leitor, em prestigiar e compartilhar os recursos que produzimos.
Rogo a você que ofereça o que sempre roguei desde o início: suas orações. São elas que nos mantém em pé e trabalhando. Ore por minha família: nossas vidas materiais e espirituais, ministério, profissão, e os novos projetos em serviço e para a edificação da Igreja, e pela conquista de almas.

Ao Senhor seja dada toda a glória.

Sammis Reachers

sábado, janeiro 18, 2020

Dois poemas de Jesiel (Jese) Carlos Ferreira


QUANDO MATEI UM EVANGELISTA

Ele era uma boa pessoa
Mas era muito chato
Ele atrapalhava os meus negócios
Porém me avisava do perigo
Era um dia de domingo
Ao entardecer
Antes das 6 pm
Antes de bater o sino
Não sabia que eu era disto
Uma raiva entenebrecida
Nunca imaginei fazer aquilo
Era um dia de domingo
Ele era o meu amigo
Um irmão
Peguei-o pelo pescoço
e asfixiei-o,
num golpe mata-leão.
Foi perdendo as forças
até que caiu desvaído.
Os outros vinham
e lhe perguntavam,
mas ele nada respondia.
Estava caído ao chão
Com a mão gelada
E o coração parado
Sem reação
Sem nenhum respiro
Era minha culpa
…e não tinha desculpas.
Eu não imaginava ter feito aquilo
Era uma tarde de domingo
Ele era meu amigo
Um irmão
Agora sou culpado
Um fratricídio
(Acho que o nome é isso)
Que nem Caim
Sou um assassino
Eu queria correr
…mas para onde?
Em qualquer lugar
vão me reconhecer.
Com sangue nas mãos
Um sangue inocente
Agora estou marcado
Serei um fugitivo
De Deus,
do diabo
e da polícia.
Perdão, Senhor!
Perdão, Senhor!
Estou arrependido
Não era para matar
Não era minha intenção
Então vi um milagre acontecer...
O golpe não foi tão forte
E o coração voltou a bater
E ele se recobrando
aos pouquinhos,
e devagarinho
foi se levantando,
e me disse:
Eu te perdoo,
não faça mais isso!
Que alívio!!
Quase mato meu amigo
Quase viro um assassino
Nunca imaginei fazer aquilo
Era uma tarde fria de domingo
Antes da Catedral da Fé
badalar o seu sino.
Quase que mato o Evangelismo.



AOS QUE CHORAM...

"Hoje muitos choram, mas não desistem de viver
Hoje muitos choram sorrindo"
(Trecho da música "Muitos choram"
da banda Rosa de Saron)


Limpem as lágrimas por enquanto
Uma vez que já tem algo melhor preparado
Hoje são muitas coisas que nos fazem chorar
e poucas que vêm nos consolar.
Hoje são muitas decepções
Muitas traições
Feridas abertas
Corações amargurados
Muitos lutos
Mas animem-se!
Pois aquele que nos ajuda,
venceu o mundo.
Choramos…
porque esperávamos mais de nós.
Choramos…
porque esperávamos mais das pessoas.
Choramos…
porque esperávamos que elas ficassem um pouco mais.
A lágrima é cônjuge da dor
Não são todas aquelas aflições da vida?
Mas vejam!
Vem chegando o dia de sermos consolados
Essas águas, que caem pelo rosto
e que correm como um riacho fluente,
têm os dias contados.
A gota quente, dos olhos vermelhos,
não mais minará.
Já que no céu,
​​​ela não entrará.


Leia mais textos do autor em sua página no Recanto das Letras, AQUI.

quinta-feira, janeiro 09, 2020

Um poema de Francis Cirino



FORTALEZA

Você precisa aprender a não confiar nos homens
Desconfiar de si mesmo
Das intenções escondidas no próprio coração
Não acreditar em mentiras

Você precisa aprender a confiar em Deus
Mesmo em dias difíceis, nas noites escuras
Render-se, ser vencido, perder
Aprender a estender a mão a quem pedir
Ovelha muda no matadouro

Você precisa aprender a acreditar na Verdade
Que o Sol voltará triunfante para restaurar e governar o dia.

segunda-feira, dezembro 30, 2019

Três poemas de Sâmara Antero


Presença

Hoje não entendo minhas lágrimas
Disseste que estaria sempre aqui
até a consumação dos séculos
até o dia em que eu veria
o céu chorar sangue
os ventos encontrarem meu rosto
na confirmação
de que eu estaria contigo eternamente.

Talvez sejam sinais de saudade
mas esta aperta
comprime meus apertados olhos
paralisa aos poucos meus batimentos

Hoje quando eu olhar para o céu
não deixes de brilhar
não pauses o vento que
se esconde em meu rosto
Me permita crer que ainda posso te esperar


1 João 3.1


O mundo não nos conheceu
não viu nossas dores
não sentiu o seu amor
desde aqueles tempos
imemoriais.
O mundo não nos conheceu
não viu nossas lágrimas
não chorou pelos
seus filhos e irmãos
perdidos.
O mundo não nos conheceu
desprezou todos os seres
se achou mais capaz
não quis olhar
para os erros e acertos
ancestrais.
O mundo não nos conheceu
golpeou-nos na face
viu o sangue vertido
e riu de nossas vidas
escorridas nas ruas.
O mundo não nos conheceu
matou nossas mulheres
feriu nossas crianças
cauterizou nossos homens
esqueceu nossos
anciãos.
O mundo não nos conheceu
tapou os ouvidos
para a nossa mensagem
gritou mais alto
corrupções e mentiras.
O mundo não nos conheceu
porque não conheceu a Ele. 


Existe uma Luz

Existe uma luz,
eu sei que
nunca se apaga.
Uma luz no mais fundo abismo
de mim mesmo.
estes caminhos rotos
que segui
as janelas que atravesso
com o olhar
trados sobre os
mil caminhos do meu corpo
não extinguem esta luz.
As vezes ela brilha
como um fraco vaga-lume
na penumbra do vazio.
Mas sua vida
é mais eterna
que os pilares do universo
você me disse isso
uma vez
e eu nunca esquecerei.

quinta-feira, dezembro 19, 2019

A ORAÇÃO DE UM PAI - Douglas McArthur



A ORAÇÃO DE UM PAI

Dá-me, ó Senhor, um filho que seja forte o suficiente
para saber quando é fraco, e bastante corajoso  
para enfrentar a si mesmo quando sentir medo:
e humilde e magnânimo na vitória.

Dá-me um filho que nunca curve as costas
quando deva levantar o peito;
Um filho que saiba te conhecer ...
e conhecer-se a si mesmo,
o que é a pedra angular de todo conhecimento.

Conduza-o, te rogo,
não pelo caminho cômodo e fácil,
mas por um caminho áspero,
aguilhoado por dificuldades e desafios.
Lá, deixe-o aprender a permanecer firme na tempestade
e a sentir compaixão pelos que fracassam.

Dá-me um filho cujo coração seja puro,
cujos ideais sejam elevados;
um filho que se domine a si mesmo,
antes que pretenda dominar os outros;
um filho que aprenda a rir,
mas que também saiba chorar;
Um filho que se mova em direção ao futuro,
mas que nunca esqueça do passado.

E depois que o Senhor lhe der tudo isso,
acrescenta-lhe, eu te rogo,
bastante senso de bom humor,
para que ele possa ser sempre sério,
sem, contudo, levar a si mesmo muito a sério.

Dê-lhe humildade para que possa sempre lembrar
a simplicidade da verdadeira sabedoria
e a mansidão da verdadeira força.
Então eu, seu pai, ousarei murmurar:
Não vivi em vão!


Traduzido de uma versão em espanhol, por Sammis Reachers.

domingo, dezembro 08, 2019

INDIFERENÇA - Arma de ferir a Cristo



INDIFERENÇA

Não são os cravos frios,
nem o madeiro cruel, nem a coroa espinhada,
nem a lança aguda que o soldado ímpio
mergulha na carne em profunda ferida.

Não é o sol ardente
que abrasa o rosto e queima a pupila,
resseca o lábio doce e a cândida frente
qual terna flor que seu calor aniquila.

Não é a esponja amarga
Que da boca sedenta se aproxima,
a alegação angustiante da sede que lhe abrasa,
sede que nasce da alma e não é compreendida.

Tampouco é o esquecimento
do Pai, como parece que o Filho acredita,
deixando-o sozinho sofrer o martírio,
ausente de toda a misericórdia divina.

Não é o cravo frio,
não é o sol ardente,
nem o terrível esquecimento.
Não é o fel amargo
nem o espinho penetrante.
É a tua indiferença, é teu cruel desvio
quem o feriu inclemente com seu agudo fio.
E é a sede imensa de salvar tua alma,
que feroz queima suas ternas entranhas.

Autor desconhecido
Do livro 502 Ilustraciones Selectas, de José Luis Martínez
Tradução Sammis Reachers

terça-feira, novembro 26, 2019

Dois poemas de Inez Augusto Borges


Com Vocação

Sou guerreira!
Diante do Comandante eu estou.
Ele, para esta carreira,
Há muito, me convocou.
A batalha é dura e feroz
Ele, disso, já me avisou.
O inimigo é sujo e audaz
Mas, para a luta,
Cristo me habilitou.
A vitória está garantida
Na rude cruz, Ele a conquistou.
Por amor entregou sua vida
E, sobre a morte, Ele triunfou.
Meninos, abri os olhos e vede!
Meninas, é hora de despertar!
O inimigo voraz lança as redes
Ele quer vos aprisionar.
Mas, o Comandante vos chama:
“-Vem, vem comigo lutar”!
Ele, que muito vos ama,
A vossa vida, quer transformar.
Não desprezeis vossa infância!
Vinde! Vinde vos alistar
Para as trevas da ignorância
Com a luz de Cristo, derrotar.


O Autodidata em busca da Integridade

Integridade, inteireza,
Fonte de toda beleza
Como te quero e almejo
A ti aspiro e desejo.

Preceitos e liberdade
Fonte de felicidade
Quero te compreender
Para inteiro eu ser.

Como te posso alcançar
Ou tua grandeza tocar?
Em meio a coisas inúteis
Ou a ensinos tão fúteis?

Busco do conhecimento
O verdadeiro suprimento
Já suspeito não estar só
Mas, às vezes, sou como Jó.

Integridade e Verdade
Estás na Realidade
Existes e, com certeza
Te mostras na natureza.

Na História e na Geografia
Na Música e na Biologia
Te encontro por toda a parte
Até nas Línguas e na arte

Por isso, investigarei
Sobre tudo, refletirei
E todo conhecimento
Ser-me-á por alimento.

Com inteireza, vou viver,
E Influenciar outro ser
Para toda a humanidade
Marcar com integridade.

Conheça mais textos, e os livros da autora em: https://www.inezborges.com.br/inez/index.php/blog/ 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...