sábado, janeiro 27, 2007

Um poema do pastor Jorge Laureano

Ser crente é difícil, Senhor

Ser crente é difícil, Senhor
Quando despido de Ti,
Me sinto impotente
E as ondas cobrem minha fé.
Ser crente é difícil, Senhor,
Caminhar a segunda milha,
Quando não me propuz
A dar o passo da primeira,
Deixar também a túnica
Quando hesito em deixar a capa.
Ser crente é difícil, Senhor,
Oferecer a outra face,
Quando a primeira foi atingida
E o sangue subiu à cabeça
E o ódio ao coração.
Ser crente é difícil, Senhor,
Diante do insucesso,
Quando risos e chacotas
Tripudiam meu fracasso,
Levando-me à lágrima, ao desespero.
Sei, Senhor, ser crente é difícil,
Quando insisto em impor o meu eu,
Ofuscando o brilho do Teu espírito.
Oh, Senhor! Quebranta esse ego
Esse homem velho que insiste em aparecer
E que não eu, Senhor,
Mas Tu, somente Tu, sobressaias
Assumindo o meu ser.

Do livro Caminhos, Niterói: Editora ADOS, 1999

Um comentário:

Clássic disse...

Este homem foi a maior demonstração fisica do poder de Deus em uma vida humana, pela humildade e doçura, o único amigo verdadeiro que eu tive na vida, um ser humano especialíssimo que Deus me emprestou por alguns anos, mas era tão especial que não era justo permanecer aqui neste mundo imundo.Que saudades eu tenho.
O que ocnforta o meu coração é a certeza de que ele esta com o Senhor.
Sidney Cardoso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...