segunda-feira, agosto 17, 2015

SER PASTOR, poema de Assis Cabral


SER PASTOR

Ser pastor é sentir o sofrimento alheio.
É levar, com paciência, as cargas do rebanho.
É ter desprendimento e amor em grau tamanho.
É ter o coração de paz repleto e cheio.

É achar-se pronto a ir, sem dúvida ou receio,
Onde Deus o chamar, sem refletir no ganho,
No prestígio social... Pois, nos tempos de antanho,
Os servos do Senhor iam pra qualquer meio.

Ser pastor é pregar a nova doce e pura,
Todo o conselho, enfim, da Sagrada Escritura.
É apresentar Jesus que salva o pecador.

Se você não quiser, num esforço sem pausa,
Viver, lutar, sofrer em prol da Santa Causa
Um conselho lhe dou: não queira ser pastor.


Do livro Canteiros de Bálsamo (1975)

2 comentários:

Heloisa Zachello disse...

poesia SER PASTOR : uma verdade escrita de forma tão singela e objetiva: doçura e firmeza em cada verso. Amei!

Velho Pescador disse...

É assim que se escreve
Com a alma, e a rima, e a razão
Maravilhoso soneto

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...