terça-feira, julho 14, 2009

Dois poemas de Eliúde Marques

*

OBRA MISSIONÁRIA

Um chamado, um anseio, uma esperança;
um olhar se evolando na distância;
uma voz cujo eco não se cala;
uma fé que ninguém pode arrancá-la;
um espírito rendido em oração;
uma vida doada – o coração.

Obra missionária!
Campo aberto da mais febril batalha.
Luta sem par das trevas com a luz,
guerra que é feita em nome de Jesus!

Se Deus te chama, apressa, meu irmão,
é tempo de cumprir tua missão
aqui, ali, além, seja aonde for,
estando na vontade do Senhor!

África, índia, América, o mundo inteiro
precisa crer que Deus é verdadeiro.
Que não é mito, é vivo, santo, eterno
e quer livrá-lo do tão vil inferno.

Brasil, Ásia, Europa, o mundo inteiro
espera pelo crente brasileiro.
Um povo que está cheio de poder
e que na Obra missionária crê.

Certo está de que Quem o convocou
o necessário providenciou,
e há de prover toda a necessidade,
porque Sua Palavra é a verdade.

Obra missionária!
Da Suécia teu brado nos ergueste
e arraigada entre nós permaneceste,
e até hoje o amor dos que venceram
arde na vida dos que o receberam.

Joel Carlson, Daniel Berg, Gunnar Vingren:
pés que na terra nunca descansaram,
santos que deram todo o coração,
vidas de fé que não se apagarão.

Obra missionária!
África negra, África escrava,
legado de trabalho que imigrava
à nossa Pátria em tempos de outrora.
Ergue-te, pois, Brasil, é tua hora
de lembrares que foste libertado
e a África ainda é escrava do pecado...

Se Cristo te chamou e ainda chama,
vai, porque grande é a multidão que clama.
Se Deus chamar-te, moço, é que precisa,
vai, que o Senhor se responsabiliza!

Se Deus comissionou urgentemente,
deixa tua pátria e deixa tua gente
em busca de almas de criança e velho,
e esse Deus que chamou para o dever,
há de te sustentar com seu poder,
na transmissão do seu santo Evangelho!



POR AMOR À POESIA

Ah... não deixa morrer essa poesia
que chega dentro d’alma devagar.
Deixa que flua como um rio. Cria!
Foi Deus quem veio para te inspirar.

Canta o amor com versos de alegria,
chora a tristeza que tens de chorar;
mas derrama tua alma na poesia,
não deixa a inspiração hoje passar.

Os homens, as mulheres e as crianças
sonham ternura e vivem de esperanças,
cantam e choram e têm ideais.

Repassa, em prosa ou verso, à humanidade
a experiência que é tua verdade
e serás imortal entre mortais!

Do livro Luzes do Arrebol - Poemas que a Fé Inspirou

2 comentários:

Anderson Almeida disse...

"OBRA MISSIONÁRIA"
Um requinte de poesia que remete a uma real necessidade missionária.

há muitos que clamam por soccorro
que só o evangelho pode oferecer.

Sammis Reachers disse...

Realmente, irmão Anderson.

Bem iríamos diante de Deus se todos os nossões 'canhões' fossem direcionados para a obra missionária.

Muitos irmãos ainda dormem, e é nosso dever despertá-los para a urgência do IDE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...