sexta-feira, setembro 11, 2009

Dois poemas de João Tomaz Parreira



Haiku (Salmo, 1,3)


Como uma árvore
o justo tem as raízes
na torrente azul.



Poiética do Salmo 23


O Senhor é o meu Pastor
Faz-me um tapete de algodão
entre os cardos

Em pastos verdes o meu olhar descansa
e nas abundâncias de amanhã

Corre sobre a minha pele a aragem
fresca de águas próximas

E enquanto
as zonas de sombra clareiam
a sua vara e o seu cajado
me descansam
para os dias de chumbo e medos
E o trote subtil dos lobos.


(publicado inédito em Liricoletivo)

4 comentários:

Dri Viaro disse...

oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar boa tarde.
bjsss

aguardo sua visita :)

Marco di Silvanni disse...

É precioso poder conhecer com os olhos do poeta os momentos em que o Senhor nos revela o Seu cuidado conosco. Este novo olhar sobre o que já penso conhecer enriquece o conhecimento e a comunhão.

Joselito disse...

Parabéns pela iniciativa de criar um espaço tão rico para o povo evangelico! Abraço!

Joselito disse...

A Cruz Esta Vazia

Recordo ao passado.
Eu vejo os açoites que eram meus... os pontapés... O sofrimento!
A dor dos pregos em suas mãos quando deveriam ser nas minhas.
Vejo os pregos em teus pés e lembro que deveriam ser nos meus... e por mais que eu tente imaginar tamanho sofrimento... Não consigo suportar tanta dor.
Tanto desespero em uma jornada que parecia interminável!
Se eu estivesse Lá... o que eu faria? Zombaria de ti como os fariseus ou te negaria como Pedro?
Os ladrões que ali estavam cometeram desatinos...mas tu, Senhor!?
Qual foi teu crime? Demonstrar amor por uma humanidade corrompida pelo o pecado?...
Fecho os olhos e te contemplo naquela cruz, e hoje sou feliz porque te encontrei naquela cruz, rude cruz! Minha alegria é saber que hoje, a cruz está vazia porque já ressuscitaste, meu Senhor, destruindo a morte e levando os nossos pecados e hoje intercede junto ao Pai por mim e por ti...e só agora posso gritar: Extra! Extra!
A cruz está vazia! Aleluia! Cristo já ressuscitou e eu sou livre para adorá-lo e exaltá-lo na beleza da sua santidade para todo o sempre!


Autor: Joselito Nascimento otílio
Tentei postar lá mas nao consegui, espero que goste!Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...