sexta-feira, outubro 30, 2009

Dois poemas de Octávio Roggiero Neto

*
Paul Klee, Remembrance of a Garden


o Jardim


quero estar no Jardim,
onde um olhar de criança
num instante é percebido
no semblante mais franzido,
onde o verde é mais verde
que a esperança
e o dia não tem fim.

Jardim da nudez primeira,
sem folhas de figueira
que nos sirvam de tapume;
apenas o perfume colorido
da primavera em flor,
o som alegre das árvores
que cantam passarinhos
e a brisa que as acenam
pelos caminhos.

quero estar no Jardim,
correr ao encontro de Deus
ao ouvir os passos Seus.



cântico novo

“E aconselhou-se com o povo,
e ordenou cantores para o Senhor
que louvassem a Majestade santa,
saindo diante dos armados, e dizendo:
louvai ao Senhor,
porque a sua benignidade

dura para sempre.”

2Cr 20.21


um cântico novo
a plenos pulmões
na boca do povo
e nos corações

entoam nações
um cântico novo
nos lares, nas ruas
praças, vagões
em terras distantes
ninguém será mais
como antes


põe abaixo prisões
e nos edifica
alegria de festa
ao nosso semblante
empresta

um cântico novo
ressoa aos céus
agrada a Deus
na garganta
desata os nós

amedronta os algozes
um cântico novo
exército de vozes
numa única Voz


toma fôlego, exulta e canta
canta que no canto
ergue-se morada santa

o cântico novo
os males espanta

canta, irmão, canta!



Octávio é autor do livro Primícias Poéticas.

Visite o blog do autor: http://www.primiciaspoeticas.blogspot.com/

2 comentários:

carla disse...

paz do senhor irmão
o que houve com o site verbalizar? e o concurso?

carlinha.poetisa@hotmail.com

Sammis Reachers disse...

O concurso foi concluído, mas o organizador está em tratamento médico, devendo retornar às atividades agora em dezembro, para finalizar a edição do livro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...