sexta-feira, janeiro 15, 2010

HAITI, poema de Pedro Marcos P. Lima

*


HAITI
Ai de ti
Ai de mim
Ai de nós
Haiti


Uma voz
Tantas vozes
De onde vêm
Para onde vão
Entre os vãos
Sob escombros?


Quem somos?
Para onde vamos?
Soltos sobre a Terra
Que nos enterra


Angra
Que nos sangra


Paraitinga
De sua torre
Soterrada
Ainda ouço sua voz
Os sinos ainda tocam por nós


Para onde vai
O seu grito
Haiti?


Ai de ti
Ai de mim
Ai de nós
Sem voz


Haiti/Angra/Paraitinga

Um comentário:

Elaine Cândida disse...

Quanta coisa linda!

Muitas tristes, mas reais.
Muitas doloridas, mas necessárias.
Porém, todas lindas,
porque brotam da alma.

Deus em todas.
Que maravilha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...