terça-feira, outubro 09, 2012

Dois poemas de Marina Stela Borges


Depois da luta, a Primavera vem

Tantos dias e eu ainda espero pelo novo
eu espero pela novidade que virá dos Céus
A Tua misericórdia me persegue, o Teu amor me constrange
é tanto que fico sem reação

Quando a tristeza parece sem fim
lembro do Teu sacrifício por mim
- foi amor sem fim!

Salva-me das mãos dos malfeitores, querem me destruir
e zombam de mim sem piedade. Até quando vai essa tortura?
Vem Senhor e vê.

Luta por mim, eu não sei o que fazer
queria refugiar-me debaixo das Tuas asas
porque lá ninguém me maltratará
e estarei contigo.

E quando tudo isso passar, a primavera vai chegar
e com a Tua Glória, vou dançar e cantar
um cântico novo e de restauração
pois a Tua Graça, foi um escudo do meu coração.



No Travesseiro...

Passam os dias, passam as horas e os segundos esfarelam
a rotina me consome, as obrigações pesam nos ombros.
Eu queria estar em Teus braços, olhar em Teus olhos
pois o meu travesseiro já decorou as minhas lágrimas
e foi sufocado quando o meu coração estava angustiado.

A maquiagem que eu nunca usei estava borrada, formava paisagens nas paredes
e a meia luz era pra Jesus vir me abraçar. Ele me entende.
Vem Jesus, dançar comigo e leva-me às águas tranquilas
eu canto para Tí, estou com saudades Tuas.
Vem Jesus, vem dançar comigo...
Meu Eterno abrigo.

Visite o blog da autora: http://ocaliceeoperfume.blogspot.com.br/

Um comentário:

Mario Sergio disse...

Muito bons. Ambos com um desabafo bem intenso e uma declaração de amor muito linda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...