sábado, agosto 13, 2016

Semeando na Passagem, poema de Jilton Moraes


Semeando na Passagem

Qual semeador,
vivemos a semear;
o tempo todo semeamos,
enquanto passamos:
o dia todo, todos os dias;
semeamos com um fim,
semearemos até o fim.

A semente da apatia
não se deve plantar,
porque quem se ocupa
em semear a indiferença,
afastará amigos,
dos amigos se afastará,
e amizade profunda
jamais cultivará.

Todo cuidado é pouco
com os inimigos da paz...
Eles estão no caminho,
disfarçados de amigos,
a semente da discórdia plantando.
O melhor é deles passar distante,
para seguir viagem,
sem se ferir nos espinhos.

Estejamos bem atentos
aos que semeiam rumores:
eles tornam amigos em inimigos,
disseminam a desordem
onde tudo antes era ordem.
Entretanto, apesar de agora abraçados,
findam tristes, sozinhos, isolados.

A semente do orgulho
é outra que atrapalha na passagem,
bloqueando o canal entre as pessoas,
impedindo a compreensão da mensagem.
Deixa pais e filhos sem comunicação,
torna o que antes era uma família
na mais terrível confusão.

Por isso, enquanto passamos,
jamais devemos ser indiferentes,
mas estar prontos para ajudar,
em nome de Jesus socorrer,
ao pobre que estende a mão
e ao agressor que carece perdão.

Porque quem, em sua passagem,
com alegria semeia o amor,
tem bons amigos toda vida,
encontra amigos seja onde for.

Aquele que a semente da paz
sai semeando em seu caminho,
ainda que não ande entre flores,
sabe se livrar dos espinhos.

Quanto mais maturidade temos,
mais ocasião para fazer vivemos.
Porque a mulher ou o homem maduro
tem aprendido a ter um coração puro,
sendo capaz de sementes altruístas lançar.

Vivendo a melhor idade,
compreendamos as demais idades,
vivamos para fazer sempre o bem,
sementes altruístas plantando,
e nos alegrando em ajudar alguém.

Jilton Moraes. Ilustrações e poemas para diferentes ocasiões. São Paulo: Editora Vida.

5 comentários:

Heloisa Zachello disse...

Júlio !
Parabéns! Que inspiração !
Vou ajudar a semear esta " Semente " tão rica . Deus o abençoe, sempre, e toda a sua semeadura seja fértil em frutos tão puros e bons!!!

Heloisa Zachello disse...

Lindo, Sammis! Fiz um comentário para o autor, aqui no seu blog. Espero que ele leia. Vale também pra você, querido amigo, sempre semeando poesias do coração de Deus. SS: esta sigla é boa, nada a ver com outras histórias. "S" de SAmmis; "S" de semeador.

Heloisa Zachello disse...

Sammis, troquei o nome do autor. Misericórdia... Jilton pra Júlio tem muita diferença.
Desculpa aí, querido autor Jilton. Corrige pra mim, Sammis, por caridade...!

Touché Lopes disse...

Caro Sammis: como sempre,você escolhe textos muito bons. Principalmente nesses tempos do fim,é mais do que necessário a semeadura, como você também faz com seus blogs e livros. Vir ao teu blog é um aprendizado. Abração

Sammis Reachers disse...

Touché, obrigado sempre por seu carinho e presença, meu irmão. É sempre um prazer tê-lo por este humilde espaço.

Deus lhe abençoe, amigo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...