terça-feira, outubro 24, 2017

Três poemas de Edna das Dores de Oliveira Coimbra


Para entrar no céu

Quem me dera ser recebida
Como Estevão lá no céu
Com o próprio Jesus Cristo
O recebendo de pé.
Apedrejado pelos irmãos
Foi assim que Estevão morreu
Mas na hora de sua morte
Pediu para eles perdão.
Porque aprendera com o Cristo
Uma das melhores lições
Que para entrar no céu
Deve-se perdoar o irmão.
Eu sei que é difícil
Ter um comportamento assim
De doar a túnica
Para aquele que o feriu.
De caminhar duas milhas
Com o que falou mal de ti
E de dar a outra face
Para o que lhe agrediu.
Mas, foi assim que Jesus
Ensinou como ser cristão
Perdoando aos seus algozes
Porque eram seus irmãos.
Cristo vê todos os homens
Com o mesmo olhar de amor
Pois conhece suas falhas
E o seu interior.


Jeová

No céu há várias moradas
Onde iremos habitar
Louvando ao Deus Pai
E ao seu Filho, exaltar.
Porque não há outro Deus
A quem devemos adorar
Senão a Jeová
Que ao próprio Filho fez matar
Numa morte vergonhosa
Para os nossos pecados pagar.
Como um cordeiro mudo
No madeiro aceitou ficar
Para que nós pudéssemos
Com Ele no céu morar.
Portanto, aquele que ama a Deus
Ama também ao seu irmão
Preto, branco, rico ou pobre
Não importa a condição.
A ordem já foi dada
Para vivermos em comunhão.
Pois a todos Deus ama
Sem fazer acepção.
Que alegria sentiremos
Ao participarmos do grande Coral.
Que cantará dia e noite
Santo, Santo é Jeová.


No caminho de Damasco

Paulo de Tarso
Foi um homem privilegiado
Pois viu o brilho de Jesus
No caminho de Damasco.
A cegueira decorrente
Foi para fazê-lo refletir
Das ações que havia feito
Antes de chegar ali.
Orando e jejuando
Buscou se redimir
Porque sabia que aquele encontro
Mudaria a sua vida.
Antes Saulo e agora Paulo
Todos iriam saber
Que o homem que perseguia cristãos
Agora era um deles.
Se como Saulo fazia cumprir
Os mandamentos recebidos
Aos pés de Gamaliel
Agora, como Paulo, se regozijava
Com os ensinamentos do Espírito.
Que lição maravilhosa
Aprendemos com o irmão Paulo
Que aquele que encontra Cristo
Realmente se transforma.
Jesus muda tudo
Muda nome de batismo
Para que todos saibam
Que se é nova criatura.
O passado de perseguições
Em nome de uma religião
Transforma-se
Em amor ao próximo
Por causa de Cristo Jesus.

4 comentários:

TERESA SANTIAGO disse...

Pima Edna Coimbra parabéns que o Senhor continue a te abençoar mais e mais,te dando sabedoria e preservando você do jeito que você MULHER VIRTUOSA ,te amo prima és o nosso orgulho

Margareth Rose Nogueira Augusto disse...

Parabéns Edna por seu poema lindo, continue assim, que Deus te proteja e ilumine cada vez mais

Marco Antonio disse...

Parabéns dona Edna!
Belas poesias,sou fã de Paulo de tarso tenho incluive uma tatuagem no braço com um trecho de uma das suas epístolas.
Parabéns!!!

Marco Antonio disse...

Parabéns dona Edna,
Sou fã de Paulo de tarso!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...