terça-feira, maio 05, 2015

Dois poemas de Margarete Solange Moraes


Um Nome

Há um nome que é sobre todo nome,
E é maior que a imensidão do céu,
É um nome capaz de acalmar o furioso mar,
É um nome doce, doce de pronunciar.

Há um nome lindo como a beleza do céu
Estrelado, iluminado pela luz do luar,
Terno e suave, cheio de graça e paz,
Que nos conforta e satisfaz.

Pastor divino, cheio de graça e luz,
Nos traz ao abrigo e ao pasto nos conduz...
Nos revigora e nos consola,
Nada nos falta, quando Ele cuida de nós.

Há um nome que é sem medida de amor,
"Torre forte é o nome do Senhor".
"Deitar-nos faz em verdes pastos",
E mais e mais faz-nos gratos.

Ao passar por vales tormentosos,
Tribulações nos sobrevêm.
Ele, então, estende a sua mão,
E com alma leve prosseguimos além,
Entregues aos seus cuidados para todo sempre...
Amém!

É Espinhoso Amar

Deus meu, Senhor meu,
Por que amar nos é tão custoso?
Há tantos espinhos entre as sementes,
Perfumes e flores.
Passar de largo, por vezes,
Custa-nos menos transtorno,
Ao passo que amar, por vezes,
Nos multiplica as dores grandemente.
Queres que amemos mesmo assim, eu sei.
Dá-nos, então, condição
Para fazer a tua vontade.
Ajuda-nos a ser mais semelhantes a Ti.

Do livro Inventor de Poesia (Oito Editora, 2014)
Solange é autora de nove livros, abarcando poesia, crônicas, contos e romances. Visite os blogs da autora:
http://escritoravidaeobra.blogspot.com.br/
http://nossoliterariobloguinho.blogspot.com.br/
http://soucontigo.blogspot.com.br/


2 comentários:

Vanderleia disse...

Graça e paz,
Que lindos poemas
De encher os olhos e transbordar a alma!

Vanderleia disse...

Graça e paz,
Que lindos poemas
De encher os olhos e transbordar a alma!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...