sexta-feira, dezembro 23, 2016

Dois poemas de Natal


Restart

Muito antes que houvesse kosmos no khaos
o Criador compunha um poema de amor.
O Verbo amar estava presente
desde o pretérito mais que pré-feito.
Na história do chronos humano
tem man_obras de des-amor;
porém, no mo(vi)mento kairos
o verdadeiro Amor intervém.
Não o podemos ver por inteiro
porque ainda há nevoeiro;
sigamos com fé e esperança,
pois no futuro mais que perfeito
o verdadeiro o Amor vai restar_t

Oseas Heckert

O ADVENTO
Houve Dezembros que deveriam ter
ficado pelo meio, sem dias 25, nem preces
de Advento no século passado. O Natal
não combina com Auschwitz-Birkenau.
Poucos procuravam Deus nas campinas
de Auschwitz, quando os cordeiros seguiam
para os fornos e a noite de Natal tombava
como cinza sobre arame farpado
e a neve nos pinheiros
tinha maior peso específico que as luzes.
Houve Dezembros em que Jesus
não nascia ou se nascia
ficava ao colo dos irmãos a esperar nada.

J.T.Parreira

Um comentário:

Yas Araújo disse...

Profundo,meu irmão
Belo trabalho, como sempre

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...