sábado, dezembro 01, 2007

Dois poemas do Pr. Caio Fábio


O ACASO É O CASO DE DEUS

As engrenagens do amor de Deus são infinitas.
É um vento, uma brisa,
um passarinho que nos desvie o olhar,
uma parada para dar lugar a alguém que passa,
um minuto perdido, um dia adiantado,
uma semana de atraso,
um desconhecido, um incidente, um acidente,
um tropeção, uma queda, uma topada,
uma gripe, uma farmácia, um enfermeiro,
uma senhora idosa sem ninguém pra carregar as compras,
um jovem sorridente, uma bela menina triste,
uma impressão, um surto, uma viagem,
um mundo que acaba,
uma morte, outra morte, uma estação de mortes,
um amigo, um livro, uma musica,
uma cor, um cheiro, um perfume, uma canção,
um sonho, uma cicatriz, um dia “deja - vu”,
uma visão, um desejo súbito,
uma estranha certeza,
um sentir único, um único sentir,
uma dor, uma, duas, três, muitas perdas,
um nascimento, dois, três, um sonho novo,
um espírito que se ergue,
vozes sem som que ecoam,
vontades sem dono que se levantam,
força surge da morte,
o espírito em nós se arrepia - um anjo nos ministra,
uma luz sem origem,
um sol no ser, uma esperança que vence,
um dia que esquece o mal,
um mal que não sabe quem é mais,
um mais que não é mais e nem menos,
pois, é de tudo isto e muito mais,
que o que soma não acrescenta
e o que se tira não faz falta,
quando a vida é Deus,
e quando tudo nela só nos leva a Ele.


PARA QUEM GOSTA DO QUE É SIMPLES

Não se preocupe com Deus. Ele cuida de Si mesmo.
Ele se defende. Ele é maior de idade.

Não se angustie por Deus. Ele não se transtorna e nem se abala.

Não defenda Deus. Se Ele não defender a Si mesmo, por que haverá você de fazê-lo?
Você tem melhores argumentos?

Não se aflija em fazer Deus compreensível. Isto não é possível.
Ele revela a Si mesmo ou nada é discernido.

Fale de Deus como Ele fala de Si mesmo.
Fale de Jesus como Jesus falou de Si mesmo.
Fale do Evangelho como ele fala em si mesmo.

Nunca discurse Deus.
É obra de artífice de ídolos de linguagem.
Nunca filosofe Deus.
É a louca-loucura dos sábios, que é a maior insensatez para Deus.

Nunca doutrine sobre Deus.
É melhor oferecer bula de remédio a um doente analfabeto.

Confie sempre na verdade. Ela é invencível.
Confie sempre no amor. Ele é de Deus; pois Deus é amor.
Confie sempre que a paz é a melhor arma e a melhor defesa.

Creia simples e tudo será maravilhoso.
Creia complexo e você jamais terá alegria.
Creia, apenas creia, e tudo passará a ser possível.

Mas, sobretudo, seja sincero com Deus e com você mesmo,
pois, sem isso, nada acima é verdade.

www.caiofabio.com

3 comentários:

Sammis Reachers disse...

Eu próprio venho postar um comentário aqui.
Eu concordo com muitas, mas não todas as opiniões do Pr. Caio Fábio (teologicamente). Tenho muitos amigos admiradores do Caio. E uma coisa sempre lhes disse, e digo aqui novamente: o Caio Fábio é um mestre da palavra escrita, um dos mais mais entre os evangélicos brasileiros.
Ambos os textos aqui apresentados são belíssimos. Mas chamo sua atenção para o segundo, que fala da simplicidade do Evangelho. A palavra é essa: SIMPLICIDADE. É a isso que devemos nos ater.


De modo algum sou contra a teologia, pois sei que ela é fundamental. Mas falo a verdade: quanto mais leio textos teológicos (principalmente os sobre controvérsias entre as correntes teológicas e filosóficas, e os pontos difíceis) mais amo a simplicidade do Evangelho, a igrejinha de 9 membros, cantando hinos da Harpa ou outro hinário, 9 com mais fé do que muitos seminários modernos juntos, somando-se aí a fé de alunos, docentes e das paredes e mesas...

Perdoem-me pelo 'desabafo', mas eu amo a simplicidade do Evangelho. É ela que vai nos livrar da Apostasia que cresce, e poderosamente se instalará.

Um abraço fraterno a todos.
Deus lhes abençoe!

Rosana. disse...

Sim, mas não entendi...o caio fábio de alguma maneira defendeu a teologia nesse texto?

=]...
gosto mt de todos os textos/poesias colocadas aqui...

grande abraço.
ah, e não foi vc mesmo q postou essa poesia aqui?

Paulo Silvano disse...

Sammis Reachers,

Fantástico esses poemas sobre Deus. É por isso que eu acho que poesia não rima com apologética. Deus não precisa ser defendido para ser Deus. Apenas os nossos dogmas necessitam da defesa da fé. Parabens pelo blog.

Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...