quarta-feira, julho 09, 2008

Dois poemas de Teônia Soares


SOU...

Sou...
Sou uma serva do Deus vivo,
Sou um sonho desse Deus em quem acredito,
Sou a força nEle, dEle, quando penso que disisto...
Sou mais uma história dEle, com final traçado na Eternidade...
Sou Sua Criança, apesar da minha idade,
Sou a carência saciada no afago de Suas Mãos,
Sou Seu braço forte apesar do meu frágil coração,
Sou um sorriso caloroso, em meio à lágrima
Escondida no desgosto.
Sou a satisfação incontida em ver as bênçãos
Derramadas em mim e em meus irmãos,
Sou a que vive para Deus,
Vivendo de sua provisão, vou escrevendo,
Trazendo novas canções...
No falar, a sinceridade do correto,
No agir, a simplicidade ao fazer o certo,
Na oração, o pedido do Teu Perdão,
No agradecer, a alegria da Tua Misericórdia
Renovada na doce manhã cantada em Salmos de gratidão...


QUEM

Quem sou eu?
Sou um sonho
Um conto
E um canto.

Quanto sonho
Quanto conto
Quanto canto
A sonhar
A contar
A cantar
Se só sonho
Se só conto
Se só canto
Nada faço
Viro só um conto
De um canto
Que nunca se cantou...
Mas...
Se sonho e realizo
Assim vivo
Se conto e vivo
Assim sou conto lido
Se canto e alegro
Sou canto cantado,
E assim sigo...

Hoje sou ser que sonha vivendo
Sou ser que vive sonhando
Sou conto pra todo ouvido
Contado e bem vivido
Sou cantante cantador
Canto o riso e canto a dor
Canto tudo com um propósito
De mostrar quem é meu Senhor!


Visite a página da autora: http://mpoesia.zip.net

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...