quinta-feira, maio 13, 2010

Um poema de Heldai Lemos Ferreira

*

Na contra-mão do amor

Vivemos hoje num mundo globalizado.
Onde a distância, praticamente, não existe.
Todo mundo on-line o tempo todo.
Era pra ser motivo de alegria... mas é triste.

Tanta tecnologia, tanto conhecimento,
Tanto luxo, tanta facilidade.
Serão mesmo assim tão boas
Ou é tudo vaidade?

Tantos procedimentos, tantas normas.
Qualidade total é o mandamento,
Trabalho, trabalho, trabalho.
E a vida passa num só momento.

Tudo tão rápido e assim... Tão perto.
Ao mesmo tempo longe e tão devagar.
Isso é tão confuso, tão incerto,
Onde será que vamos parar?

Enquanto tudo parece mais perto,
Os filhos vão-se afastando dos pais
O futuro fica cada vez mais incerto.
Marido e mulher já não o são mais.

E todo o mundo fica muito impessoal,
Sem compromisso, sem afeto algum.
Mas nosso Deus é fiel e tão pessoal
Que quer salvar-nos um a um.

Precisamos levar ao mundo
As boas novas do Nosso Senhor.
Pois não podemos mais viver,
Na contra-mão do amor.

Um comentário:

Joselito Otílio disse...

Meu caro amigo este poema é a mais dura realidade... Com sabedoria a autora expressa a necessidade de não vivermos mais na contra-mão do amor pois precisamos sair da condição de passivos e devemos assumir nossa condição de servos adoradores e propagarmos o evangelho... Lindo Poema!

http://joselitootilio.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...