quinta-feira, maio 01, 2014

Dois poemas de Elionai Dutra

Criança e Deus
Criança, cria um mundo ao redor
sem medo de errar, inocente, acerta
Vive uma fantasia como se fosse
a única verdade possível para se viver melhor
O mundo da inocência carregada de alegrias
Diz nada e pensa em tudo, quando fala transborda pureza
Ao olhar imagina qualquer objeto que possa voar
Ou mesmo que flutue e encante o tempo em beleza
Quem dera o meu mundo fosse assim!
Não brincaria tantas vezes com os meus sentimentos
Não jogaria palavras sem sentido, sem rima
Cuidaria da consciência e seria honesto em pensamentos
Criar seria um dom em mim
Que custaria ter fim
Mas o que mais vale em uma criança
é a capacidade em ser
Ser tão simples
Tão amável
E pura
Então, ser assim é estar mais próximo de Deus…

Ao meu dia
Ao pensar sobre aquela melodia

Minha noite se transformou em dia
Em mim o dia trouxe significado de fé

Pouco que me resta deste sentimento, é

É a vida anunciando a chegada da paz
É o ser que em esperança me refaz…

Visite o blog do autor: http://www.prosadecrente.com/category/verso-de-crente/

Um comentário:

Jean Correa disse...

Sammis, muito obrigado por postar aqui estes dois poemas do meu blog aqui. Fico muito feliz, de verdade! Mas eu preciso fazer justiça: os poemas não são meus, como você disse no título da postagem. Eles são de autoria de outro colunista do blog, o Elionai Dutra, que é o responsável pela coluna Verso de Crente.

Jesus abençoe!

Jean Corrêa
www.prosadecrente.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...